16 de novembro de 2020

Como atrair investidores segundo os maiores fundos de investimento do país

Camila Farani e Bruno Santana compartilham recomendações decorrentes de suas vivências pessoais para ajudar você, empreendedor, que está querendo atrair investidores.

No mês de setembro aconteceu o Talk com Investidores, e contou com presença de Camila Farani, do Shark Tank Brasil, Bruno Santana, diretor da Aqua Capital, e Marcel Martins, fundador e líder da TM3 Capital, em uma conversa com Moacir Vieira, fundador do Grupo Value sobre como atrair investidores.

Durante a conversa, cujo objetivo era fazer uma avaliação sobre as oportunidades e riscos do momento atual, Camila e Bruno aconselham e orientam sócios que estão atrás de investidores com base em suas experiências pessoais. 

Você, que é empreendedor e deseja receber as melhores orientações vindas sobre atração de investidores, vindas dos maiores especialistas do Brasil, basta continuar lendo!

Como atrair investidores: Camila Farani

O Shark Tank Brasil não é um programa de investimento anjo, e sim para atrair investidores como um todo, além de se tratar de um programa de TV, onde empresas de todos os setores participam, e não necessariamente da nova economia. Na conversa, Camila Farani conta sobre o diferencial que a leva a investir em um negócio/start up. 

Por ter vindo do mercado de economia real há 20 anos e ter dado um foco há 10 anos em start-up, Camila afirma ter um olhar para todo tipo de empresa. Mas, afinal, qual é o diferencial que a faz investir em algo? Basta se inscrever no programa e preparar um pitch bonito, ou tem que ir além? E então a empresária explica sua tese dos Ts, que consiste em: time, tech, trenches e tamanho do mercado.

  • Time: O nível de complementariedade do time. Quem são as pessoas; se já fracassaram; se já tiveram experiência no “mundo real”; caso não, como se comportam; e como é o processo de gestão de time, de recrutamento, de seleção. 
  • Tech: A parte da tecnologia do produto. Como foi cotado, como são os aspectos, o que está usando de algoritmo e qual é o nível de profundidade, de defensibilidade.
  • Trenches: As trincheiras. Como esse produto é defensível face a novos entrantes no mercado e como o empreendedor se comporta diante de pressão. 
  • Tamanho de mercado: Análise entre qual é o tamanho de mercado disponível e qual a parte que a pessoa efetivamente quer, e também é qual a possibilidade de saída.

Esses são os critérios mais amplos na hora de atrair investidores, mas existe as partes mais intrínsecas, como o faturamento mínimo. A recomendação é: para quem é Start-up ou um negócio inovador mais recendo em relação ao negócio tradicional, é olhar para si, reunir o time como um todo e entender que é necessário crescer cada vez mais.

É eliminar os pensamentos conservadores existentes e perceber onde está o foco da audiência, follow the money. A transformação digital pode ser uma das soluções, pois antes mesmo do Coronavírus as empresas já estavam no digital, e agora mais que nunca.

"Surfar uma onda" vale a pena?

Como dito anteriormente, a transformação digital pode ser uma das soluções para a sua empresa, mas nem sempre é o caso. Camila não recomenda seguir uma modinha – um hype– sem nenhum planejamento prévio, apenas para aproveitar a tendência do momento. 

Lançar um produto/serviço ou investir no meio digital apenas para “surfar uma onda” é arriscado, já que uma hora essa onda desce. A empresária orienta investir apenas em produtos/serviços que já estavam no planejamento estratégico e foram acelerados com a pandemia.

Inclusive exemplifica com uma experiência pessoal: Uma instituição de ensino que era 50% on-line e 50% presencial e aproveitaram o momento para migrar por completo para o meio digital. 

Como atrair investidores: Bruno Santana

O diretor da Aqua Capital fala sobre a dúvida do empreendedor que está buscando atrair investidores. Qual é o melhor momento para trazer um investidor? Na época de dificuldades, quando precisa muito, está em um momento difícil mas o Valuation não vai ter um impacto de fato? Ou quando a empresa está no melhor momento, com o faturamento crescendo?

Bruno conta sobre a visão do empreendedor, e diz que na Aqua Capital fazem investimento em empresas com um estágio um pouco mais maduro, que já são geradoras de caixa e possuem um determinado nível de faturamento. Com a análise de centenas de casos anualmente, é possível afirmar duas situações:

  •  Quem está em uma empresa boa, com um bom horizonte e planos de negócios para o futuro: ou não tem interesse em conversar, ou estabelece um valor irreal;
  • Quem está interessado em fazer negócio e quer acelerar: é uma empresa que não “faz sentido”, não possui uma vida longa e nem grandes ambições futuras.

Quando o investimento acontece?

Para a Aqua Capital, que tem como modo de fazer investimentos a compra de participação na enorme maioria dos casos, o melhor momento é quando o sócio fundador reconhece a extrema importância do negócio. O famosos skin in the game, onde a empresa conta como parte relevante do patrimônio pessoal e há o desejo de crescimento ao atrair investidores.

Não há dúvidas de que o momento ideal é quando este sócio fundador já vem mostrando crescimento, uma margem adequada. Ele não tem apenas histórias para contar, mas consegue fazer o famoso track record e também demonstrar que o que diz fazer e entregar.

Bruno ainda acrescenta a perda de interesse que ocorre ao notar um estado de platô após um grande crescimento, isso porque não há mais o desejo de investir se não houver mais esse crescimento. Portanto, esse crescimento já deve estar sendo demonstrado, mas que com o investimento ainda seja possível aumentá-lo.

Talk com investidores

No Talk com Investidores feito pelo Gestão da Crise, os grandes investidores do país fazem uma avaliação sobre as oportunidades e riscos do momento atual. 

A gravação da conversa com Camila Farani, do Shark Tank; Bruno Santana, da Aqua Capital; Marcel Martins, da TM3 Capital e Moacir Vieira, do Grupo Value, já está disponível e você pode acessá-la clicando aqui.

O Grupo Value é uma das empresas mantenedoras do portal Gestão da Crise, uma iniciativa sem fins lucrativos, com o objetivo de compartilhar conteúdos que te ajudem a entender a nova realidade no mundo dos negócios e a tomar decisões que você precisa. Você pode conferir os diversos conteúdos disponibilizados no site clicando aqui.

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit
Digg
Telegram
WhatsApp
Programa Treinee
Click or drag a file to this area to upload.
Click or drag a file to this area to upload.
Trabalhe Conosco
Click or drag a file to this area to upload.
Click or drag a file to this area to upload.

Quer encontrar o investidor perfeito para o seu negócio?